CRP: 06/3917-J
CNES Nº 6505597

clinicapsicossoma.blogspot.com.br
CENTRAL DE ATENDIMENTO 11 3892-8499

PSICOLOGIA

O que é a Psicologia

Psicóloga atendendo no consultório de psicologia

A Psicologia é uma ciência do comportamento e dos processos mentais (razão, sentimentos, pensamentos, atitudes), bem como da relação entre eles. O corpo e a mente são estudados pela Psicologia de forma integrada e não separadamente, no intuito de compreender as emoções, a forma de pensar e o comportamento do ser humano. É uma ciência que fala do homem a partir de seu mundo interno e de sua subjetividade, fonte de manifestações do individuo, como suas ações, seus sonhos, seus desejos, suas emoções, sua consciência e seu inconsciente. A finalidade da Psicologia científica é descrever comportamentos e processos mentais; explicar esses comportamentos e processos, o que significa identificar as causas que os determinam; prever comportamentos, o que só é possível a partir da identificação das causas que lhes dão origem; e controlar as circunstâncias em que ocorrem os comportamentos, o que exige a sua explicação e previsão.

A metodologia de estudo da psicologia divide-se em duas grandes áreas: aquela que entende esta disciplina como uma ciência básica ou experimental e utiliza um método científico quantitativo (contrasta hipóteses com variáveis quantificáveis em contextos experimentais), e outra que procura compreender o fenômeno psicológico mediante metodologias qualitativas que enriqueçam a descrição e ajudem a interpretar os processos.

A psicologia também pode ser dividida em psicologia básica, cuja função consiste em gerar novos conhecimentos no que diz respeito aos fenômenos psicológicos, e em psicologia aplicada, a qual tem como objetivo a solução de problemas práticos através da aplicação dos conhecimentos produzidos pela psicologia básica.

No Brasil, a psicologia é uma profissão reconhecida pela Lei Nº. 4.119 de 27 de agosto de 1962. São psicólogos, habilitados ao exercício profissional, aqueles que completam o curso de graduação em Psicologia e registram-se no órgão profissional competente CRP (Conselho Regional de Psicologia).

As funções do Psicólogo

O exercício da profissão, na forma como se apresenta na Lei Nº. 4.119/62 art. 4º está relacionado ao uso, privativo dos psicólogos, de métodos e técnicas da Psicologia para fins de diagnóstico psicológico, orientação e seleção profissional, orientação psicopedagógica, solução de problemas de ajustamento, entre outros...

O que são métodos e técnicas psicológicas

Segundo a resolução nº 007/2003 do CFP (Conselho Federal de Psicologia), são entrevistas, testes, observação, dinâmicas de grupo, escuta, intervenções verbais e exame psíquico.

O psicólogo dispõe de um conjunto de técnicas e de conhecimentos que lhe possibilitam compreender o que o outro diz, compreender as expressões e gestos que o outro faz, integrando tudo isso em um quadro de análise que busca descobrir as razões dos atos, dos pensamentos, dos desejos, das emoções. O psicólogo possui instrumentos teóricos para desvendar o que está implícito, encoberto, não aparente. Para poder trabalhar, ele precisa que as pessoas falem de si, contem sua história, dialoguem, exponham suas reflexões. O psicólogo pode, junto com o paciente, desvendar razões e compreender dificuldades, caracterizando-se, assim, sua intervenção.

A finalidade do trabalho do psicólogo

O seu papel é facilitar a compreensão por parte dos clientes ou pacientes a cerca de seus sentimentos, pensamentos ou ações que possam estar por trás das dificuldades experimentadas, buscando alternativas para promover a saúde mental, a fim de que vivam bem e se relacionem melhor.

O psicólogo trabalha para promover saúde, isto é, trabalha para que as pessoas desenvolvam uma compreensão cada vez maior de sua inserção nas relações sociais e de sua constituição histórica e social enquanto ser humano. Quanto mais clareza houver sobre isso, maiores serão as possibilidades de o individuo lidar com a situação cotidiana que o envolve, decidindo o que fazer, projetando intervenções para alterar a realidade, compreendendo as relações que vive e, portanto, compreendendo a si mesmo e aos outros.

Não há uma Psicologia clínica, outra escolar, e ainda outra organizacional, mas há a Psicologia, como corpo de conhecimento cientifico, que é aplicado a processos individuais ou às relações entre pessoas, nas escolas, nas indústrias e nas clinicas, assim como em hospitais, orfanatos, ambulatórios, centros de saúde etc.

Áreas e locais de atuação do psicólogo

O Psicólogo atua em pesquisas, prevenção, avaliação e terapia em diversas áreas: Clínica, Escolar, Hospitalar, Organizacional, Jurídica, em equipes multidisciplinares, entre outras.








CENTRAL DE ATENDIMENTO 11 3892-8499 / 2779-0455
Psicossoma

Praça Dr. Sampaio Vidal, 265 Conj 32 - Vila Formosa - São Paulo/SP 03356-060